NEWS

This is a section where each partner could upload related articles, as well as post news about any updates regarding the project (TPM, meetings, local activities, presentations, etc)

PENSAMENTO CRIATIVO

O que é o pensamento criativo?

O pensamento criativo é a capacidade de abordar problemas e desafios de uma forma única e inovadora. Este tipo de pensamento pode ser aplicado a vários aspetos da vida, incluindo resolução de problemas, tomada de decisões e até empreendimentos artísticos. Frequentemente engloba libertar-se dos padrões de pensamento tradicionais e explorar diferentes perspectivas. Ao abraçar a criatividade, abrimos novas possibilidades e encontramos novas abordagens à resolução dos nossos problemas.

DIFERENTES TIPOS DE PENSAMENTO CRIATIVO :

O pensamento criativo pode assumir diversas formas, já que é um processo que encoraja a originalidade e a imaginação. Aqui estão alguns exemplos de tipos de pensamento criativo:

  1. Pensamento Divergente: Esta é a capacidade de gerar muitas ideias diferentes a partir de uma única questão ou problema
  2. Pensamento convergente: A capacidade de encontrar uma solução única e eficaz para um problema específico.
  3. Pensamento lateral: a capacidade de encontrar soluções criativas, explorando conceitos e perspectivas não convencionais.
  4. Pensamento crítico: Capacidade de avaliar objetivamente ideias e soluções propostas, utilizando raciocínio e critérios lógicos.
  5. Pensamento intuitivo: A capacidade de tomar decisões com base em impressões ou sentimentos, e não em análises racionais.
  6. Pensamento criativo nas artes: Abrange todas as formas de expressão artística, como pintura, música, escrita, dança e assim por diante.


É importante cultivar estas diferentes formas de pensamento criativo para desenvolver a nossa capacidade de inovação e de resolução criativa de problemas.

A importância do pensamento crítico

Uma entrada tardia no dicionário, a criatividade tem atraído um interesse crescente nos últimos trinta anos. Textos de diversas instituições internacionais (OCDE, Comissão Europeia, Parlamento Europeu, por exemplo) apresentam-na como uma competência transversal que permite o desenvolvimento da inovação necessária para enfrentar os desafios urgentes que o mundo contemporâneo enfrenta.

A criatividade, que é geralmente considerada um domínio das artes e da cultura, também está em jogo na ciência e na tecnologia. Percebido como inato e baseado na espontaneidade e na liberdade, desenvolve-se, no entanto, e está ligado à reflexividade e aos constrangimentos. Está mais frequentemente associado a grandes descobertas e invenções, embora esteja envolvido em maior ou menor grau em todas as áreas da vida. Isto é particularmente verdadeiro em todas as situações de aprendizagem eficazes, sobretudo aquelas que permitem aos alunos desempenhar um papel ativo na sua própria aprendizagem, demonstrando iniciativa e imaginação.

Pensamento Criativo – Definição, Importância e Técnicas

Comecemos por responder à pergunta crítica: o que é de fato o pensamento criativo?

O pensamento criativo é a capacidade de usar a imaginação e levar a mente a pensar fora da caixa. É uma abordagem única que dá frutos, como ideias que mudam vidas e soluções não convencionais que não poderiam ser geradas sem escapar aos padrões de pensamento tradicionais. O pensamento criativo pode ser aplicado a situações que tendem a causar problemas a muitas pessoas, como tomar decisões importantes, resolver problemas críticos ou quebrar a estagnação artística.

Mas porque é o pensamento criativo tão importante?​

O pensamento criativo leva à exploração de perspetivas que em outros casos nunca pensaríamos e por isso abre uma paleta de novas possibilidades e oportunidades. Pensar fora da caixa encoraja-nos a desafiar os estereótipos sociais e os nossos próprios pressupostos e pode até dizer-nos algo novo sobre nós próprios e os nossos hábitos em termos de lidar com situações difíceis. Além disso, ser um pensador criativo faz com que nos destaquemos no mercado de trabalho, o que é validado pelo facto de em 2020 a criatividade ter sido reconhecida como a soft skills mais procurada pelo LinkedIn. A longo prazo, o pensamento criativo estimula o nosso cérebro a trabalhar mais, permitindo-nos permanecer mentalmente aguçados e perspicazes, mesmo quando o nosso corpo físico está a envelhecer lentamente.

Quais são as duas técnicas de pensamento criativo fáceis de aplicar?

Reenquadramento – é uma abordagem que requer a reconceitualização de um problema, observando-o de várias perspetivas. Reenquadrar significa mudar a perceção de um determinado problema e reinterpretá-lo de novas maneiras. Para facilitar a reformulação, criámos uma lista de perguntas que pode fazer a si mesmo quando se sentir como se tivesse sido confrontado com uma parede, ao resolver um problema:

  • Como as outras pessoas envolvidas percebem esse problema?
  • Quais são os lados positivos desta situação? Posso aprender algo com isso?
  • Como meu modelo agiria se estivesse no meu lugar?
  • O que farei quando resolver este problema? Já posso começar a fazer essas coisas?

Insight – é uma técnica que permite alcançar um avanço criativo seguindo cinco passos simples.

Fase Um: O processo normalmente começa com a coleta de todas as informações necessárias e conhecimentos acessíveis sobre o problema em questão.

Fase Dois: A segunda etapa é analisar os resultados de nossa pesquisa minuciosa, combinando vários componentes e, em geral, colocando-se à prova para encontrar uma solução decente e aplicável.

Fase Três: Consequentemente, o que vem depois disso é uma fase chamada incubação, que significa descansar o seu eu consciente e chamar a sua atenção para outras atividades envolventes, como um filme ou um jogo de tabuleiro, enquanto a sua mente está a fazer um trabalho titânico por trás.

Fase Quatro: Nesta fase existem duas possibilidades que podem ocorrer. A primeira é experienciar o chamado Momento Eureka, o que significa que a ideia surge de repente do nada! A segunda possibilidade é que, embora não tenha tido o prazer de experienciar esse avanço maravilhoso, tenha uma mente renovada e descansada, algo que lhe permitirá voltar ao problema e abordá-lo de uma perspetiva ligeiramente diferente, o que deverá terminar ao alcançar um solução conveniente num curto espaço de tempo.

Fase Cinco: O último passo, mas definitivamente não menos importante, é explorar mais a ideia/solução, trabalhar nela e, finalmente, colocá-la na vida real!

O papel da criatividade

O que é a criatividade?

A criatividade é a capacidade de gerar ideias, conceitos e soluções originais que são simultaneamente novas e valiosas. Implica pensar de forma divergente, rompendo com os padrões tradicionais e abordando problemas ou situações de formas únicas. A criatividade não se limita à expressão artística; pode manifestar-se em vários domínios, como a ciência, a tecnologia, os negócios e a educação.

Aspectos fundamentais da criatividade

A criatividade floresce quando os indivíduos se envolvem em diferentes aspectos e elementos (que estão interligados e são frequentemente interdependentes), permitindo a criação de resultados inovadores e valiosos em vários domínios do esforço humano.
Como aspectos-chave da criatividade, podemos enumerar os seguintes:

  • Originalidade: Isto significa fazer algo completamente novo ou diferente do que já existe. Trata-se de fazer as coisas de uma forma diferente ou fresca, não seguindo a forma habitual de toda a gente;
  • Resolução de problemas: A criatividade ajuda a resolver problemas, primeiro vendo-os, depois pensando em diferentes formas de os resolver e, por fim, escolhendo a melhor e mais criativa forma de os resolver;
  • Flexibilidade: Ter uma mente aberta e ser flexível é muito importante para a criatividade. Trata-se de não se importar com novas ideias que podem não ser comuns e estar pronto para pensar de formas diferentes para encontrar soluções mais criativas;
  • Expressão: A criatividade significa mostrar pensamentos, sentimentos ou ideias de uma forma que não é normal. Pode ser na arte, na escrita, na música ou mesmo na forma como os problemas são resolvidos, fazendo as coisas de novas maneiras;
  • Assumir riscos: Ser criativo significa muitas vezes correr riscos e experimentar coisas que podem não ser seguras ou habituais. Trata-se de experimentar novas ideias e não ter problemas se não resultarem, porque é uma forma de descobrir coisas novas e interessantes;
  • Pensamento crítico: A criatividade envolve pensar muito sobre as ideias, verificando se fazem sentido, se podem funcionar e se são úteis. Trata-se de refletir profundamente sobre ideias criativas para compreender até que ponto são boas.

Como aumentar a sua criatividade?

Ser criativo é como uma habilidade que se pode melhorar com o tempo. Se continuares a experimentar coisas novas e estiveres aberto a novas ideias, a tua criatividade pode crescer muito.
Como é que podes impulsionar a tua criatividade? Bem, podes fazer coisas que tornem a tua imaginação mais forte. Eis algumas formas:

  • Fazer experiências diferentes: Ir a novos sítios, conhecer diferentes tipos de pessoas e aprender sobre várias culturas e artes. Ver muitas coisas diferentes ajuda-te a pensar de formas novas e interessantes;
  • Relaxar e pensar: Por vezes, é bom relaxar a mente. Podes fazê-lo praticando coisas como a meditação ou apenas tirando algum tempo para pensar em silêncio. Isto pode ajudar-te a ter novas ideias;
  • Trabalhar com os outros: Partilhe as suas ideias com outras pessoas e ouve o que elas pensam. Quando se trabalha em conjunto, é possível obter muitas ideias novas e interessantes, que talvez não se tivesses pensado sozinho;
  • Diverte-te e faz pausas: Não te esqueças de te divertir e de fazer pausas no teu trabalho. Fazer coisas divertidas pode ajudar o seu cérebro a relaxar e a ter novas ideias fantásticas.

Abraçar a flexibilidade: a chave para o sucesso

O que é a flexibilidade?

A flexibilidade refere-se à capacidade e vontade de uma pessoa se adaptar a mudanças, novas circunstâncias ou diferentes requisitos de trabalho. O conceito de flexibilidade implica ter uma mente aberta e ser adaptável em termos de:

  • Tarefas e funções: Isto significa não ter problemas em desempenhar diferentes tarefas ou responsabilidades, e não apenas a principal. Pode significar fazer coisas novas ou aceitar trabalhos extra quando necessário;
  • Horário de trabalho: Flexibilidade significa poder alterar a hora de início e de fim do trabalho. Também pode significar trabalhar por vezes a partir de casa ou ter horários diferentes;
  • Ambiente de trabalho: Trata-se de não ter problemas em trabalhar em locais diferentes. Pode ser em casa, num escritório ou, por vezes, em locais inusitados;
  • Adaptação à mudança: Trata-se de estar bem quando as coisas no trabalho mudam. É bom ser capaz de lidar com as mudanças e vê-las como oportunidades para fazer algo novo ou melhor;
  • Abertura a novas ideias: Flexibilidade no trabalho significa estar aberto a novas formas de fazer as coisas ou de utilizar novas ferramentas ou ideias. Trata-se de estar de acordo com as mudanças ou melhorias que possam surgir.

Quais são as vantagens de ser flexível?

Ser flexível não significa estar sempre a mudar de planos ou a comprometer as suas preferências. Trata-se de encontrar um equilíbrio que lhe permita adaptar-se quando necessário, tornando a vida mais fácil de gerir, menos stressante e mais gratificante.
A flexibilidade na tua vida quotidiana pode trazer inúmeras vantagens e facilitar as coisas de várias formas:

  • Melhor adaptação: Ser flexível ajuda-te a adaptares-te mais facilmente a mudanças ou situações inesperadas. Permite-te lidar com circunstâncias novas ou difíceis sem te sentires demasiado stressado ou sobrecarregado;
  • Melhoria do bem-estar: A flexibilidade contribui para um estilo de vida mais descontraído, adaptável e menos rígido, o que pode levar a um melhor bem-estar mental e emocional. Ao mesmo tempo, a flexibilidade pode reduzir os níveis de stress, tornando-te mais adaptável a diferentes horários ou planos. Dá-te a capacidade de ajustar os planos se as coisas não correram como esperado;
  • Melhoria da resolução de problemas: A flexibilidade permite-te abordar os problemas com um espírito aberto, considerando várias soluções ou alternativas. Isto pode levar a uma resolução de problemas mais criativa e a uma melhor tomada de decisões;
  • Melhoria das relações: Ser flexível nas tuas interacções com os outros pode fortalecer as relações. Permite-te chegar a compromissos, compreender diferentes perspectivas e satisfazer as necessidades dos amigos, familiares ou colegas;
  • Aumento das oportunidades: Abraçar a flexibilidade abre portas a novas oportunidades. Ajuda-te a explorar caminhos diferentes, a experimentar novas experiências e a tirar partido de oportunidades imprevistas que possam surgir no teu caminho;
  • Melhor equilíbrio entre vida profissional e pessoal: A flexibilidade na gestão do teu horário diário permite um melhor equilíbrio entre o trabalho, os compromissos pessoais e as atividades de lazer. Pode proporcionar-te mais tempo para ti e para os teus entes queridos;
  • Aprendizagem adaptativa: Ser flexível na aprendizagem de novas competências ou conhecimentos ajuda-te a adaptares-te a ambientes ou requisitos profissionais em mudança. Mantém a tua mente aberta ao crescimento e à melhoria contínua.

Se está interessado no tema e gostaria de se aprofundar no tema criatividade, pensamento crítico, empatia, resolução de problemas e outras competências interpessoais críticas, esteja à vontade para confirmar outros artigos nossos e as nossas contas nas redes sociais, onde também escrevemos sobre auto-desenvolvimento.

Kick-off meeting in Poznan

KOM em Poznan (Polónia)

É um prazer recebê-lo no projeto oficial Creative Mindset 😉
Está pronto para começar esta aventura?

Hoje vamos falar sobre a Reunião de lançamento do projeto, que aconteceu em Poznan (Polônia) no período de 10 a 11 de Maio de 2022.
O encontro foi uma oportunidade incrível para conhecer melhor os parceiros, analisar as tarefas realizadas até agora por cada um, assim como para organizar as diversas atividades previstas ao longo de todo o projeto.


O foco principal da reunião foi o IO1 (Intellectual Output 1), que está relacionado com a criação de um Manual, para ser utilizado por formadores de jovens, trabalhadores juvenis, jovens líderes e educadores, a fim de dar continuidade à formação e workshops sobre criatividade na era digital. Combinará a aprendizagem digital e o aumento da criatividade.
Os parceiros reviram todos os capítulos, fornecendo feedback uns aos outros sobre os mesmos. Foi uma ótima oportunidade para verificar o desenvolvimento do IO1, assim como também planear como proceder nas próximas etapas, para criar a versão final do mesmo.


Foi um verdadeiro prazer ter a oportunidade de passar estes dias juntamente com todos os parceiros do projeto, tendo também o prazer de descobrir e explorar a bela cidade de Poznan (Polónia).


Prontos para descobrir os próximos passos do projeto? Fiquem ligados 😉

TPM in Paris

TPM em Paris (França)
20 a 22 de Novembro de 2022

A TPM (Transnational Project Meeting) realizada em Paris, França, de 20 a 22, serviu como uma ocasião valiosa para todos os colaboradores do projeto examinarem minuciosamente o primeiro resultado do projeto, o Manual para formadores de jovens (para ajudá-los a fornecer soluções digitais e ensino à distância usando técnicas criativas). Este recurso foi elaborado não apenas em inglês, mas também nas línguas nativas de cada parceiro envolvido.

Durante esta reunião, os parceiros delinearam simultaneamente vários focus groups que seriam organizados a nível local. Estes grupos foram vistos como uma oportunidade para avaliar na prática todos os workshops desenvolvidos centrados em tópicos acordados. Como o Manual já estava acessível em inglês, foi tomada a decisão de traduzir todos os cenários do workshop nas semanas vindouras. Esta iniciativa teve como objetivo garantir a sua disponibilidade para utilização durante quaisquer atividades da comunidade local.

Além disso, os parceiros aproveitaram a reunião para traçar os passos subsequentes para a implementação do projecto. Enfatizaram a importância de promover os vários resultados através de atividades de divulgação online e offline.

Por último, foi destacado que o encontro proporcionou uma oportunidade excepcional para os parceiros unirem-se e colaborarem na maravilhosa cidade de Paris, dentro do esplêndido país que é a França.

TPM in Lisbon

TPM em Lisboa (Portugal)
12-14 Junho de 2023

Foi uma excelente oportunidade para analisar diferentes aspectos do projeto, assim como para obter feedback geral sobre os resultados desenvolvidos a nível local e europeu ao longo dos últimos meses.

No âmbito do PR2 (Cenários de Workshop), os parceiros acordaram como proceder à revisão dos últimos documentos/workshops desenvolvidos, de forma a receber feedback detalhado sobre as atividades desenvolvidas (internas – pelos parceiros e externas – por outros avaliadores de disciplinas).

Ao mesmo tempo, foi possível analisar a estrutura da plataforma que irá acolher todos os diferentes resultados do projeto. A plataforma será concluída nos próximos meses e estará disponível antes do LTTA em Paris (França); desta forma os participantes poderão realizar uma avaliação completa.

Os parceiros tiveram ainda a oportunidade de passar algum tempo na cidade de Lisboa, descobrindo toda a sua beleza.

A próxima reunião será a LTTA em Paris (França), em Dezembro de 2023.

LTTA in Paris

LTTA em Paris (França)
6 a 8 de Dezembro de 2023

A Atividade de Aprendizagem, Ensino e Formação (LTTA – Learning, Teaching Training Activity) do projeto “Creative Mindset” decorreu em Paris de 6 a 8 de Dezembro de 2023. Os participantes tiveram a oportunidade de trocar ideias e discutir o atual desenvolvimento da plataforma do projeto, onde serão carregados todos os resultados do projeto. Os participantes reuniram-se no Sample, um centro cultural situado nos arredores de Paris que acolhe diversas associações locais. O foco foi familiarizar os participantes com a plataforma de e-learning do projeto. Foi-lhes dada uma antevisão do website e do seu conteúdo diversificado, incluindo uma demonstração do parceiro polaco “GlobalNet” para os instruir sobre a sua utilização.

O dia seguinte foi centrado na promoção da criatividade. Os participantes reuniram-se no Atelier des Lumières, um centro de arte digital no 11º arrondissement de Paris. Este local oferece exposições imersivas, onde os visitantes exploram obras de arte digitais acompanhadas por um ambiente sonoro correspondente, criando uma experiência imersiva semelhante a estar dentro das próprias pinturas. Para aprofundar o tema central do projeto, a criatividade, e adquirir novas técnicas criativas, os participantes envolveram-se com as obras do prestigiado pintor Chagall.

The conclusion of the LTTA prioritized inclusive teaching and learning approaches, both online and offline. A workshop on combating discrimination in teaching methods was tested by participants to underscore the importance of inclusivity.

MATERIAL